MESTRE VALDENOR DENUNCIA FRAUDE NA CAPOEIRA

Recebemos via e-mail à denúncia abaixo e estamos repassando para os (as) nossos (as) leitores (as) para que tomem ciência. Apurado os fatos e estes sendo comprovados, esperamos que sejam resolvidos com as medidas (legais ou não) que se fizerem necessárias. Nosso blog tem como princípio não omitir informações aos nossos leitores. Como conhecemos a trajetória do Mestre Valdenor, nos propusemos a divulgar está notícia.



MANIPULAÇÃO E FRAUDE NAS INSCRIÇÕES ALTERAM RESULTADOS DA CAPOEIRA NOS JOGOS REGIONAIS EM VÁRIOS PONTOS DO ESTADO DE SÃO PAULO.



Valdenor S. dos Santos denúncia um esquema que vem sendo utilizado na modalidade de Capoeira nos Jogos Regionais do Interior, há mais de 5 anos, em vários pontos do Estado, envolvendo a FECAESP - Federação de Capoeira do Estado de São Paulo e seus representantes, alterando inscrições, resultados e corrompendo praticantes a se filiarem em troca de classificação.



Os Jogos Regionais do Interior, são promovidos pelo Governo do Estado em parceria com as Prefeituras, são um direito do munícipe, não cabendo interferência de entidades dirigentes como Ligas, Federações e outras, para escolha dos atletas. Vamos entender o que aconteceu em Santo André, dentre inúmeras outras cidades: Santo André tem uma tradição de Capoeira de meio século, campeões paulistas, brasileiros e internacionais são em sua maioria andreenses. Para representar a Capoeira de Santo André, sede dos Jogos Regionais, (1ª Região), que ocorreram entre os dias 14 e 25 do corrente mês e ano, foi trazida uma equipe dirigida pela filha do Técnico da Cidade de São Caetano do Sul, as mais de 40 equipes de Capoeira do município foram passadas para trás, nem se quer convidadas, segundo alegação de Geraldo, um dos responsáveis pela transação junto a Prefeitura de Santo André, "esta cidade não teria capoeira", daí a necessidade de trazer uma equipe liderada por sua filha. Resultado: São Caetano do Sul campeã e Santo André 3ª colocada, em Capoeira, será que se as equipes de todas as cidades envolvidas fossem convidadas, o resultado seria este? Pergunta Mestre Valdenor. Situação lamentável para a Arte Marcial Brasileira na cidade de Jaú foi oferecidas classificações nos Jogos, as equipes que se filiassem a FECAESP. Prossegue Mestre Valdenor, acredito que a SEJEL – Secretaria da Juventude Esportes e Lazer do Governo do Estado, tome as devidas providências, além de que todas as Prefeituras envolvidas nos JRI – Jogos Regionais do Interior, que é um dos maiores eventos esportivos do mundo, realizem em cada município seleções para oportunizar de maneira democrática a participação de todos (as) capoeiristas, encaminhando para representar cada cidade nos Jogos, aqueles (as) que se classificarem, como em qualquer outra modalidade esportiva, e não como é hoje, aleatoriamente, sem nenhuma etapa classificatória, só assim poderá ser interrompido este esquema de manipulação da Capoeira, que é uma vergonha para o Estado de São Paulo e para o Esporte Brasileiro. Lembrando ainda que a Capoeira nos Jogos Regionais e Abertos do Interior acontece como apresentação cultural, num regulamento subjetivo que mascara o caráter de luta da modalidade, outra situação a ser revista pelos organizadores.



Mestre Valdenor é Mestre em Capoeira, tri-campeão brasileiro, morador em Santo André, tem 58 anos de idade, 40 deles dedicado à Capoeira.



Contato com Mestre Valdenor Santos poderá ser feitos para o e-mail: mestrevaldenor@yahoo.com.br