Indígenas brasileiros querem lançar candidatos

Declaração partiu de lideranças indígenas que participam de encontro na sede da ONU em Nova York.

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.


Representantes indígenas no Brasil estão debatendo se devem lançar candidatos às eleições de 2010 para o Congresso do país.


A declaração foi dada à Rádio ONU pelo diretor do Memorial dos Povos Indígenas, Marcos Terena. Ele está em Nova York participando da 8ª. sessão do Fórum Permanente sobre Assuntos Indígenas.


Organização

Segundo Terena, a ideia de preparar candidatos para as câmaras estaduais e o Congresso brasileiro começou a se intensificar após o debate nacional sobre a demarcação de terras. Para ele, a eleição de deputados indígenas não será difícil se houver uma organização prévia.


"Creio que Brasília pode eleger um deputado federal assim como Roraima. É uma questão de aritmética simples. Mato Grosso que é meu estado, os indígenas, principalmente os Terena, se sentiram traídos. Eles dizem que não adianta votar neles porque na hora eles são contra nós. Meu povo e os Guarani também estão sentindo que precisam trabalhar para ter uma representação na Câmara Federal na próxima eleição", contou.


Frutos

O coordenador do Projeto "Índios na Cidade", Marcos Aguiar, disse que o trabalho de tentar convencer os indígenas em São Paulo a se candidatar já dura quatro anos, mas sem render os frutos esperados.


"A gente vem conversando com vários indígenas neste sentido sobre eles se candidatarem a vereador. Alguns ficam desanimados, mas outros chegaram a se inscrever em partidos, mas acabaram sendo "engolidos" pelo processo político local. As pessoas disseram que era para eles se candidatarem depois", afirmou.


O Fórum da ONU está debatendo vários assuntos sobre a situação de indígenas em todo o mundo incluindo aquecimento global, educação e saúde das mulheres nas aldeias.


A reunião termina em 29 de maio.


Fonte: ONU Brasil