Gilberto Gil participa de concerto nas Nações Unidas

 

25/03/2009

Evento em memória das vítimas da escravatura será aberto pela atriz, Whoopi Goldberg, que lerá o original da Proclamação de Emancipação.

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.*

O músico e ex-ministro da Cultura, Gilberto Gil, participa de um evento na sede da ONU, em Nova York, para marcar o Dia Internacional em Memória das Vítimas da Escravidão e do Comércio Transatlântico de Escravos, nesta quarta-feira.

O concerto, batizado de "Quebre o Silêncio, Toque o Tambor", reúne outros artistas de vários países incluindo Estados Unidos, África do Sul e Gana.

Nelson Mandela

A atriz de Hollywood, Whoopi Goldberg, fará a leitura do original da Proclamação de Emancipação.

O Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon também discursa no evento e deverá se juntar aos músicos, no final, para tocar os tambores.

A festa contará com duas aparições em vídeo. Uma do ex-lutador de box americano, Muhammad Ali, e outra enviada pelo Prêmio Nobel da Paz e ex-presidente sul-africano Nelson Mandela.

Numa mensagem para marcar o dia, o Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, disse que ao tocar os tambores na Assembléia Geral, os participantes estarão proclamando que brancos ou negros, homens ou mulheres, representam um só povo.

Segundo Ban, só é possível viver em harmonia e respeito quando se celebra a diversidade.

*Apresentação: Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

Fonte: ONU Brasil