Prefeito recebe representantes do movimento negro‏

03/12/08 18:24

Representantes da Fundação Afonso Arinos, uma das entidades que representam a comunidade negra em Maceió, solicitaram nesta quarta-feira (3), ao prefeito Cícero Almeida, o ensino de capoeira nas escolas municipais e a inclusão no calendário turístico da cidade do dia 2 de fevereiro como homenagem à Tia Marcolina, sacerdotisa das religiões africanas e mártir da destruição de terreiros de candomblé de Maceió, ocorrido em 1912, fato que ficou conhecido como "Quebra".

As duas propostas serão estudadas pela Prefeitura. No caso da capoeira, já existe um projeto da Secretaria Municipal de Educação (Semed). A homenagem à Tia Marcolina dependerá da aprovação de projeto de lei a ser encaminhado à Câmara Municipal.

O presidente da fundação, Edson Moreira, agradeceu a Almeida a iniciativa de tornar feriado o dia 20 de novembro, Dia da Consciência Negra, em homenagem a Zumbi dos Palmares. Uma cópia ampliada da lei foi assinada nesta quarta (3), pelo prefeito e colocada numa moldura que será instalada na sede da fundação.

"O prefeito Cícero Almeida deu exemplo para o Brasil", afirmou Moreira. Almeida lamentou o fato de que o feriado deste ano não foi seguido por todos os setores da sociedade. "Vamos nos programar para comemorar nos próximos anos o dia 20 de novembro com grande festa, unindo todos os grupos", ressaltou.

A Fundação Afonso Arinos entregou ao prefeito um quadro de Zumbi dos Palmares, pintado pelo artista plástico José Zumba. A pintura foi colocada em local de destaque no gabinete do prefeito. Outro quadro presenteado pela entidade a Almeida foi o de Tia Marcolina. Também estava presente à reunião o secretário-geral da Fundação Afonso Arinos, Pedro Paulo Barbosa.

por Secom Maceió

Fonte: Alagoas em Tempo Real