Caminhada lembra hoje a abolição da escravatura

No dia em que se celebra os 121 anos da abolição da escravatura no Brasil, Belo Horizonte recebe a I Caminhada Cultural Pela Liberdade Religiosa e Pela Paz, que pretende relembrar esta data tão emblemática para o país.


Cia. Baobá participa do evento

Segundo Alexandre Braga, da Unero, e um dos organizadores da caminhada, além de recordar o sofrimento do negro e reforçar a importância da igualdade entre todos, o evento planeja abrir um debate sobre o preconceito que as religiões afros sofrem na sociedade.

''O Candomblé e a Umbanda não são bem vistos pela maior parte dos frequentadores de outras religiões. Os praticantes sofrem mesmo muito preconceito. Recentemente, aqui mesmo na região metropolitana de Belo Horizonte, tivemos terreiros que foram invadidos e depredados, tudo por conta da intolerância religiosa'', afirma Braga.

A programação do evento terá início com a participação de diversos grupos que desenvolvem trabalhos de valorização da cultura negra, como a banda Kalimba e Mestre Conga do Samba. Em seguida, os participantes seguirão até a praça Afonso Arinos, onde membros de diversas religiões irão abençoar a caminhada e pedir pelo fim da intolerância.


SERVIÇO:
O que: I Caminhada Religiosa Pela Liberdade Religiosa e Pela Paz
Quando: Concentração às 14h
Onde: Praça 7, centro de BH


Fonte: Portal Vermelho