20 DE NOVEMBRO

O 20 de novembro tem uma história antiga. A idéia surgiu na década de 70, no Rio Grande do Sul, quando o grupo Palmares, resgatando a trajetória do quilombo de mesmo nome, propôs que fosse celebrado o Dia do Negro na data que marcava o desaparecimento de Zumbi.

Na verdade, o quilombo dos Palmares já havia se tornado referência para todos aqueles que acreditam em justiça social. Um frentenegrino como Vicente Ferreira, na década de 30 do século XX, por exemplo, celebrava a luta palmarina em seus discursos.

Na década de 70, no entanto, a proposta era abandonar as celebrações do 13 de maio. Muitos grupos iam por esse caminho e a idéia vinda do Sul ressaltava o aspecto coletivo da epopéia dos Palmares, o que colocava ênfase em aspectos mais comunitários e solidários.

Em 1978, o Movimento Unificado contra a Discriminação Racial, depois denominado MNU, propôs que o 20 passasse a ser considerado Dia Nacional da Consciência Negra, consolidando o desejo de todos aqueles que viam no 20 a afirmação de uma nova consciência e uma nova atitude em relação à questão racial brasileira.

Com o tempo, mais do que o aspecto palmarino coletivo, ressaltou-se a figura individual e heróica de Zumbi, um guerreiro que encarnava uma postura firme diante da opressão, um exemplo a ser lembrado por todos aqueles que se indignavam diante das injustiças do dia-a-dia. Zumbi atualmente figura no panteão dos heróis nacionais.

Mas na imagem do indivíduo a coletividade pode continuar a ser celebrada, mostrando que o espírito do quilombo continua vivo. Não só dos Palmares, mas de todos os outros que o antecederam ou sucederam. A decretação de feriado em mais de duzentas cidades brasileiras mostra isso. A luta de todos aqueles quilombolas não foi em vão. Palmares será sempre exemplo, para nós e para os que ainda virão, de que é possível construir uma sociedade justa.

Sim, nós podemos!


Muitas atividades devem acontecer no país. Em São Paulo haverá a V Marcha.

PROGRAMAÇÃO DA V MARCHA DA CONSCIÊNCIA NEGRA DO ANO DE 2008
dia 20 de novembro em São Paulo

10:00 HS - Concentração no Vão Livre do Masp - na Avenida Paulista (Atividades Culturais: Samba, Hip Hop, Capoeira, Maracatu e Outros);

13:00 HS - Culto Inter-religioso e Ato Político;

14:00 HS - Caminhada até o Teatro Municipal de São Paulo;

17:00 HS - Encerramento da V Marcha da Consciência Negra 2008.


Haverá também um show na Praça da Sé!


No dia 23 de novembro, domingo, haverá o relançamento do livro BAILES dentro da Pílula de Cultura, organizada pela Preta Multimídia na Casa das Caldeiras, em São Paulo. A partir das 16h. Não perca!


Você pode encontrar Cadernos Negros Melhores Poemas e Orukomi em alguns endereços:
São Paulo:
- Museu Afro Brasil - Parque do Ibirapuera - São Paulo
Tel.: (11) 5579-7716

- na livraria do Espaço Unibanco de Cinema. R. Augusta, 1.475. Tel.: (11) 3141-2610;
Salvador:
- na Livraria Multicampi - R. Direita da Piedade, 20 - Tel.: (71) 2101-8000; e na

- livraria Civilização Brasileira dos shoppings Barra e Iguatemi

Belo Horizonte:
- NANDYALA Livraria & Editora - Avenida do Contorno, 6.000 - Loja 01 - Savassi - BH - Contatos: (31)3281-5894 ou nandyala@nandyalalivros.com.br;

- Sobá livros e cd's - Tel. (31) 3224-7655;

Rio de Janeiro:
- Kitabu - R. Joaquim Silva, 17 - Lapa
(21) 2224-9847 / 8887-0576
Em Brasília:
- Afro Nzinga - Shopping Venâncio 2000 (61) 3322-3982 / 3321-3792

Fonte: Quilombhoje